Categoria: Daisy Lucas

Silêncio

Silêncio…

   Andei afastada por um tempo. Afastada das crônicas, bastante afastada do convívio social, mergulhada em pensamentos, reflexões, preocupações. Sim, houve uma razão, minha mãe muito doente, e a sensação de impotência diante do...

Dia dos Mortos Nada disso

Dia dos Mortos? Nada disso!

     Confesso, caros amigos, que mudei radicalmente minha visão desta data, o dia 2 de novembro. Para mim, até um tempo atrás, era um dia de lamentos. O pensamento corria por esta linha:...

Para bom entendedor

Para bom entendedor…

    Desligo a TV e fico refletindo, lerda, perplexa com a atitude da instituição que é a casa dos representantes do povo. E me pergunto: será que essa gente… — estou me referindo...

Quem é quem

Quem é quem?

     Bem me lembro das ruguinhas na face rosada de minha avó. Uma história que hoje me parece tão antiga… Às vezes, eu mesma me pergunto: “Era assim mesmo, será que eu vivi...

N.Sra. Aparecida

A fé não costuma falhar

  Dia 12 de outubro, feriado nacional. Para alguns, um dia para reverenciar a fé. Para outros, dia de festejar as crianças. Justamente nas proximidades do Dia das Crianças, o trágico acontecimento do incêndio...

mala

Arrumando as malas

  Mais uma vez estou preparando uma viagem. Desisti do México pelas razões que já contei, lembra? Se não lembrar, dá uma olhadinha na minha crônica “A Terra Treme”, de 21 de setembro, pois...

Sueño de una tarde dominical en la Alameda Central

A Terra treme

  Dia 20 de setembro, dia de enviar minha crônica para o Crônicas. Puxa… filé mignon, véspera do início da primavera, o tema estava ali, bem na minha cara. Mas não poderia falar de...