A corrida presidencial está a toda

 

A corrida presidencial está a toda   A corrida presidencial está a toda, e olha que nem começou o calendário oficial de campanha! De domingo para cá, temos novos — ou nem tão novos assim — concorrentes.

No domingo, o casal Luciano Huck e Angélica se apresentou no programa da Globo.  Angélica estava visivelmente nervosa; nervosíssima, na verdade. Falava demais e rápido, interrompia o Luciano em alguns pontos, até que ficou caladinha quando o assunto pulou para política. Pode ser que seja falta de jeito, já que o Faustão é um programa ao vivo e o programa de Angélica é gravado, ou seja, pode ser editado. Mas acho que contribuiu muito sua falta de traquejo com o assunto política e com a possibilidade de ver seu marido candidato.

Luciano foi bem. Instigado pelo próprio Fausto Silva, Huck disse que quer ajudar o Brasil, que quer mobilizar toda uma geração para o novo, que os partidos políticos estão derretendo, que “não sou o salvador da pátria”.  Tudo isso soa música para os ouvidos de muitos, ainda mais vindo de um formador de opinião poderoso, que tem um veículo fenomenal nas mãos e uma família perfeitinha, tipo comercial de margarina — tudo o que o povo gosta. E falou algo que ninguém diz: que é servir. Tenho cá pra mim que Luciano está fomentando sua candidatura ao estilo “se é para o bem de todos, digam que serei candidato”. Quer entrar na política por aclamação do povo, quem sabe até vencer assim.

A visita de Luciano Huck no Domingão do Faustão foi uma espécie de sinalização. Como a maioria dos políticos, Luciano já demonstra que diz uma coisa e faz outra. A “carta” que publicou na Folha de S.Paulo, no final de novembro, talvez tenha sido uma jogada para ganhar tempo.

E o PT, apavorado com a possibilidade de Huck se candidatar — vamos combinar, seria páreo para Lula — já entrou com um processo contra Huck, Faustão e a Globo. Peraí, e a caravana de Lula? É o sujo (sujíssimo) falando do mal lavado. Fala sério!

Já nos bastidores do governo, a briga é de galo grande: Rodrigo Maia x Henrique Meireles; DEM x PSD. Contudo, o PSD não está muito convencido de que Meireles seja uma boa opção. Já o DEM, vê em Maia um possível candidato. Se o Planalto tiver que escolher entre os dois, certamente vai pender para Rodrigo Maia, que é genro da mulher de Moreira Franco. Assim, fica tudo em família, né?

Maia usa sua influência para afastar Meireles, dizendo que ele está mais atento à movimentação política — o ministro anda frequentando cultos evangélicos com finalidade política — do que às reformas. Por outro lado, Maia avalia que Geraldo Alckmin teria mais chances. Será? É bem possível que nenhum do trio emplaque um segundo turno…

O ano eleitoral promete!

Imagem: Reprodução/TV Globo

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,maia-trabalha-para-minar-candidatura-de-meirelles,70002143581

http://blogs.oglobo.globo.com/merval-pereira/post/huck-e-oprah.html

https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2018/01/08/pt-processa-globo-huck-e-faustao-na-justica-eleitoral-por-abuso-de-poder-economico.htm

https://veja.abril.com.br/politica/pt-aciona-o-tse-por-participacao-de-huck-no-domingao-do-faustao/

Deixe seu comentário