Crise: luta pela sobrevivência

 

Crise_luta pela sobrevivência    Desde que Dilma tomou posse pela segunda vez,  a palavra “crise” não sai da boca dos brasileiros, especialmente dos mandachuvas. Qualquer coisinha pode gerar um desentendimento, que desencadeia uma crise. A “crise institucional” parece ser o que todos querem evitar, mas no frigir dos ovos, acaba virando o meio de se manter o status quo. A crise acaba se tornando a luta pela sobrevivência, em que o mais adaptado ao sistema “sobrevive” às denúncias. Os menos adaptados sucumbem — Dilma foi impedida porque não soube pôr os devidos panos quentes nas diversas crises que gerou.

A última envolve diretamente a Câmara dos Deputados e a Presidência da República, respingando no STF. O Tribunal enviou o material referente à delação de Lúcio Funaro à Câmara, como parte da denúncia contra o presidente Michel Temer. A Câmara publicou os vídeos em seu site, e os depoimentos são bem “comprometedores” para Temer. Crise instalada, o Ministro Fachin, relator do caso, manifestou-se dizendo que não havia quebrado o sigilo desse material.

Ao responder à manifestação do advogado de Temer — que chama o presidente da Câmara de criminoso —, Rodrigo Maia parece estar de saco cheio. Nós também já não aguentamos mais ver tanto crime, tanto desacato com o povo! O pior é que o prognóstico geral não é nada bom.

Mas, voltando à nova crise, o presidente da Câmara dos Deputados não poupou uma palavra sequer e cobrou: “uma perplexidade muito grande ver o advogado do presidente da República, depois de tudo que fiz pelo presidente, da agenda que construí com ele, de toda defesa que fiz na primeira denúncia, ser tratado de forma absurda e — vamos chamar assim — sem nenhum tipo de prova, de criminoso” (grifamos). Essa fala, além do claro ressentimento, parece um aviso.

Amanhã, a CCJ vai analisar a segunda denúncia contra o presidente Temer. O relator, como sabemos, é pró-Temer, mas seu relato sozinho não garante o resultado esperado pelo Planalto. A briga entre Temer e Maia pode esquentar: quem tem mais deputados?

Apesar disso, sabemos o que vai acontecer: a fim de evitar uma crise entre os poderes, panos quentes serão colocados novamente. As negociações tenderão a manter o status quo, pelo menos até a próxima crise.

Foto: Tribuna da internet

http://politica.estadao.com.br/blogs/coluna-do-estadao/presidente-da-camara-chama-advogado-de-temer-de-incompetente/

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,videos-de-funaro-abrem-nova-crise-temer-maia,70002046535

http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/assista-aos-videos-da-delacao-bomba-de-funaro-que-pega-temer-cunha-e-abalou-brasilia/

https://g1.globo.com/politica/noticia/camara-diz-em-nota-que-divulgacao-de-documentos-da-denuncia-contra-temer-seguiu-regras-legais.ghtml

https://g1.globo.com/politica/noticia/gabinete-de-fachin-diz-que-videos-da-delacao-de-funaro-nao-deveriam-ter-sido-divulgados.ghtml

Para ler mais de Vânia Gomes, clique aqui.

Para comprar o livro mais recente de Vânia Gomes, clique aqui.